Dislexia: sinais e sintomas nas diferentes etapas da vida
 
 
 
     A forma como as dificuldades se manifestam ao longo da vida nos indivíduos com Dislexia se modifica conforme o desenvolvimento e varia dependendo das interações entre as exigências ambientais, a variedade e a gravidade das dificuldades de cada um. Abaixo deixo algumas dificuldades que são percebidas ao longo da vida acadêmica!
 
PRÉ -ESCOLA
demora na formação de frases completas
persistência de fala infantilizada
troca de fonemas (sons) na fala
demora na incorporação de palavras novas ao seu vocabulário
demora para perceber ou produzir rimas
dificuldade em reproduzir uma história na sequência correta
atraso para aprender cores, formas e números
dificuldade em escrever e reconhecer as letras do próprio nome
problemas para contar e lembrar nomes de símbolos
 
 
 
ENSINO FUNDAMENTAL 1 (1º ao 5º ano)
• inversão da grafia de letras e números, escrevendo “6” em vez de “9”
• lentidão ao copiar o conteúdo da lousa
dificuldade para aprender as letras do alfabeto e a tabuada
dificuldade para planejar a grafia de letras e números
problemas ao soletrar, separar e sequenciar sons
dificuldade em escrever com a letra cursiva (de mão) por causa da preensão (forma de segurar) do lápis
 
 
ENSINO FUNDAMENTAL 2 (6º ao 9º ano)
tendência a inventar ou adivinhar as palavras
dificuldade de soletração
resistência em ler em voz alta
prejuízo na organização da escrita e planejamento de tarefas que exigem que cálculo de tempo
demorar a finalizar as tarefas ou se prejudicar ao dividir o tempo para realização de questões em uma prova, deixando respostas em branco
• dificuldade para compreender textos, piadas, provérbios, gírias, problemas Matemáticos
ENSINO MÉDIO
persistir com dificuldade para soletrar palavras complexas
tendência a problemas na compreensão leitora e na expressão escrita
vocabulário empobrecido
dificuldade para planejar e elaborar textos escritos, reproduzir histórias e entender conceitos abstratos
UNIVERSIDADE E VIDA ADULTA
é comum evitar atividades que exijam leitura ou matemática (mesmo estas sendo de lazer)
uso constante de estratégias alternativas para ter uma melhor compreensão do material impresso, como busca por áudio-livros e utilização de mídia audiovisual ou de softwares de texto-pronúncia ou pronúncia-texto.
 
 
 
Fonte:
Conversando com os pais sobre como lidar com a Dislexia e outros transtornos específicos de aprendizagem. Instituto ABCD.
Por |2018-04-27T10:57:19+00:0013 de julho de 2016|Aprendizagem, Linguagem|1 Comment

About the Author:

Graduada em Fonoaudiologia (2009), mestre (2011) e doutora (2016) em Ciências Aplicadas à Saúde do Adulto pela Faculdade de Medicina da UFMG. Realizou cursos no Centre de Linguistique Appliquée (Université de Franche-Comté) – França (2013). Participa anualmente de congressos internacionais, sendo o de 2015 em Monterey na Califórnia/EUA. Publicou estudos importantes nos periódicos Journal of Communication Disorders e Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Atualmente participa do grupo de pesquisas em Neurofibromatoses do Hospital das Clínicas da UFMG. Tem experiência clínica nas áreas de audiologia e linguagem, com ênfase em processamento auditivo, treinamento auditivo, distúrbios de linguagem e aprendizagem. Currículo completo: http://lattes.cnpq.br/1978022333477136

One Comment

  1. lazaros 10 de agosto de 2016 at 17:51 - Resposta

    como e bom a gente ter alguem que divulgue sobre esse assunto que as vezes os nossos filhos tem esses sintomas e nos nem sabemos

Deixe um Comentário

Este site usa o plugin Akismet para reduzir spam. Você pode aprender aqui como seu comentario é processado antes de ser publicado.

MENU

INSCREVA-SE

Receba automaticamente novos posts por e-mail

Nome e Sobrenome:

Endereço de e-mail

Facebook
Facebook
PINTEREST
PINTEREST
INSTAGRAM
Whatsapp