Habilidades auditivas, processamento fonológico, inteligência e suas relações com a leitura de escolares
 
 
Olá!
 
Dia 24/10 tive a oportunidade de acompanhar a defesa de doutorado da fonoaudióloga Hellen de Oliveira Valentim Campos que teve como orientação o professor Dr. Rui Rothe-Neves e coorientação da professora Dra. Luciana Mendonça Alves.
 
O estudo da fonoaudióloga Hellen teve como objetivos principais verificar como as habilidades de processamento auditivo temporal (PAT), processamento fonológico interagem entre si e com a leitura de escolares falantes do português, assim como verificar se nessa população a inteligência se correlaciona com a leitura.
 
Os métodos utilizados envolveram a aplicação de tarefas específicas para a avaliação de tais habilidades em uma amostra de escolares do 3º ao 5º ano do ensino fundamental.
 
Os achados revelaram que a habilidade de leitura correlacionou-se diretamente com a consciência fonológica e o acesso lexical e indiretamente com o PAT, via consciência fonológica. A inteligência não esteve correlacionada a nenhuma das tarefas de leitura.
 
Estes resultados corroboram o papel das habilidades de processamento fonológico e PAT sobre a leitura e reforçam a importância da estimulação dessas habilidades em crianças pré-escolares e escolares, com o intuito de promover o desenvolvimento adequado da competência leitora, assim como podem fomentar as intervenções terapêuticas na população com dificuldade de leitura.
 
O estudo da fonoaudióloga Hellen, sem sombra de dúvidas, é importantíssimo para a compreensão dos mecanismos envolvidos na habilidade de leitura. Com certeza indico sua leitura quando estiver disponível na biblioteca digital da UFMG (Tese: “Habilidades auditivas, processamento fonológico, inteligência e suas relações com a leitura de escolares”) e o seu artigo (que logo logo será publicado!).