Notícias sobre os novos exercícios de Processamento Auditivo, Cognição e Linguagem

Logo logo terá novidades por aqui!

Estou escrevendo uma coleção de exercícios envolvendo processamento auditivo e estimulação da cognição e linguagem. Um exercício já está pronto (“A Lagarta na Largada”)! E o outro iniciei recentemente a escrita (“Carla vira Clara”).

A ideia de escrever a história da “Lagarta na Largada” se deu devido a uma experiência clínica. Fiz uma atividade de escrita com um dos meus pacientes e dei a ele 6 palavras (vaca, coqueiro, capim, cobra, rio, lagarta) e pedi que criasse uma história bem criativa com aquelas 6 palavras. Ele já está em um estágio bem avançado do processo terapêutico e logo logo terá alta! Em um momento da escrita ele vira e pergunta para mim: “Polly, como escreve largada? É com d ou t?” Logo virei e disse: “Com t, LAGARTA”. E ele disse “Nossa! Acho que é com d LARGADA!”. E ficou eu de um lado dizendo “LAGARTA” e ele do outro insistindo que era “LARGADA”. Por fim ele cedeu e escreveu a frase “A largata está na largata”. E foi aí que eu entendi o que ele queria escrever “A lagarta está na largada”! Como toda experiência vira inspiração, logo anotei a ideia é isso virou um texto bem bacana o qual já elaborei as atividades!

Já a ideia de escrever a história da “Carla vira Clara” surgiu de uma observação clínica de leitura com os meus pacientes com transtorno de aprendizagem, principalmente dislexia. Tenho um texto muito bacana que gosto muito de trabalhar fluência de leitura que chama “Um espelho muito estranho” da autora Felipe Alliende. Este texto conta a história de uma menina chamada “Carla”. Uma observação clínica que tenho quando trabalho este texto é que praticamente 99,9999% dos pacientes com dislexia quando liam em voz alta este texto, liam “Clara” no lugar de “Carla”. Claro que esta observação foi parar no meu google keep. Tirei esta ideia do google keep nos últimos dias e criei uma história envolvendo duas meninas, de 8 anos, sendo que uma tem dislexia. A história ficou bem legal! Ainda não elaborei as atividades, mas creio que será um ótimo texto, com uma linguagem bem simples, ideal para se trabalhar com crianças com dislexia, principalmente para “conscientizá-las” sobre a dislexia.

Creio que logo logo terei mais notícias sobre isso aqui no blog! Para quem ainda não conhece os exercícios que escrevo, basta acessar o link: https://pollyannabatista.com.br/portfolio-exercicios/

Até!