Do recesso para a sala: 5 dicas para professores manterem a voz saudável neste final de ano!
 
A medida que a semana recomeçar, não tenho dúvidas que as memórias da semana de recesso do dia das crianças vão desaparecendo e os dias de praia, descanso, passeios vão sendo substituídos por planos de aulas, palestras, reuniões e trânsito…
 
Se você utiliza mal a voz, e não tem hábitos de higiene vocal é bem capaz que no final do dia que sua voz esteja “áspera como uma lixa”!
 
Então o que você professor pode fazer?
 
Abaixo deixo algumas dicas!
 
Mantenha-se hidratado. As pregas vocais “colidem” cerca de 500 vezes por segundo, criando atrito. A hidratação interna ajuda a manter os tecidos das pregas vogais “fortes” para uma vibração delicada. Beba água, e outras bebidas sem cafeína. Recomendações comuns apontam que para você ficar hidratado você deve beber no mínimo oito copos de água por dia! Mantenha o controle de sua hidratação com garrafas com marcadores, para você não se perder e se esquecer de beber água. Adicione hidratação tópica à sua rotina também. Um umidificador em sua mesa de cabeceira ajuda a manter o ambiente úmido enquanto você dorme.
 
Use amplificação, se possível, para evitar falar em forte intensidade por longos períodos. Considere investir em um sistema de amplificação de pessoal, como Chattervox (http://www.chattervox.com/) ou Spokeman (http://www.independentliving.com/prodinfo.asp?number=608100).
 
Descanse sua voz! Eu sei que é difícil, mas tente reservar pelo menos cinco minutos de silêncio a cada hora de ensino. Em momentos de tarefas de leitura ou atividades em grupos dos alunos aproveite para repousar a voz. Na hora do recreio/merenda/almoço tente não conversar com colegas de trabalho se você sabe que você teve um dia tumultuado em sala, opte em descansar sua voz.
 
Seja inteligente ao usar a sua voz. Aproxime-se do aluno quando desejar falar com ele. Não grite! Utilize sons ou recursos visuais para chamar a atenção dos alunos quando necessitar. Tocar um sino, bater palmas são dicas que ajudam as pregas vocais de terríveis traumas. Qualquer trauma excessivo para os tecidos das pregas vocais podem resultar em danos e inchaço, causando uma mudança em sua qualidade vocal.
 
Exercite suas pregas vocais para ficarem em forma para as suas semanas de trabalho. Todos os professores são profissionais da voz, então tente manter isso em mente quando for planejar suas aulas. Use seu abdômen para projetar sua voz – isso alivia a tensão em sua garganta. Faça exercícios vocais concebidos especificamente para profissionais da voz.
 
Lembre-se, se você tiver rouquidão por duas semanas ou mais, entre em contato com um otorrinolaringologista, para um exame. Os nódulos vocais são muito comuns em professores e treinadores, então monitore a si mesmo para todas as mudanças que você observar em sua voz!!
 
Por |2018-04-25T20:57:14+00:0015 de outubro de 2016|Aprendizagem, Professor|0 Comentários

About the Author:

Graduada em Fonoaudiologia (2009), mestre (2011) e doutora (2016) em Ciências Aplicadas à Saúde do Adulto pela Faculdade de Medicina da UFMG. Realizou cursos no Centre de Linguistique Appliquée (Université de Franche-Comté) – França (2013). Participa anualmente de congressos internacionais, sendo o de 2015 em Monterey na Califórnia/EUA. Publicou estudos importantes nos periódicos Journal of Communication Disorders e Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Atualmente participa do grupo de pesquisas em Neurofibromatoses do Hospital das Clínicas da UFMG. Tem experiência clínica nas áreas de audiologia e linguagem, com ênfase em processamento auditivo, treinamento auditivo, distúrbios de linguagem e aprendizagem. Currículo completo: http://lattes.cnpq.br/1978022333477136

Deixe um Comentário

Este site usa o plugin Akismet para reduzir spam. Você pode aprender aqui como seu comentario é processado antes de ser publicado.

MENU

INSCREVA-SE

Receba automaticamente novos posts por e-mail

Nome e Sobrenome:

Endereço de e-mail

Facebook
Facebook
PINTEREST
PINTEREST
INSTAGRAM
Whatsapp