Processamento auditivo, habilidades metalinguísticas e música

 

 

Neste final de semana aconteceu em Belo Horizonte o curso “Habilidades metalinguísticas e o processamento auditivo – Estratégias musicais para a intervenção fonoaudiológica”. O curso foi organizado pela Integrar e ministrado por mim, pela fonoaudióloga Grazielle Martins e a musicista Mariana Bruekers.

A fonoaudióloga Grazielle Martins abordou durante o curso sobre o que é a Linguagem, a importância de se diferenciar “Linguagem” de “Fala”, como se dá o desenvolvimento da Linguagem e habilidades necessárias para a alfabetização. Abordou também sobre a consciência fonológica, consciência sintática e consciência ortográfica. Protocolos, testes e estratégias terapêuticas foram passadas e discutidas.

Sobre o processamento auditivo, discuti a importância do fonoaudiólogo conhecer bem as bases anatômicas e fisiológicas do sistema auditivo, a importância das habilidades cognitivas (atenção, memória e funções executivas) para o processamento auditivo e estratégias bottom-up e top-down, visando o sucesso da intervenção.

O último dia de curso foi praticamente baseado em “práticas”. A musicista Mariana Bruekers apresentou várias estratégias envolvendo a música, as habilidades metalinguísticas e o processamento auditivo. Teve estratégias envolvendo memória auditiva, fechamento auditivo, ordenação temporal com instrumentos musicais e tarefas super importantes e divertidas envolvendo localização sonora!

Até o próximo curso!